quinta-feira, 4 de junho de 2009

Hoje fazemos 2 anos e 8 meses

Fazemos hoje mais um mês de namoro e escrevi uma carta ao Jefferson que ele me autorizou postar para vocês. Expressa realmente tudo o que estou sentindo e o momento que estamos vivendo.
Beijos,
Amor.

"Um dia seremos eu e você. Apenas eu e você dentro de uma casa.


Silenciosa se não falarmos nada, barulhenta se ligarmos o som alto, divertida se rirmos até tarde, vazia se não estivermos em casa. Cheia se estivermos com amigos e família, cheirosa se fizermos um bolo ou se nos perfumarmos, bagunçada se não arrumarmos e limparmos a casa. Triste se chorarmos juntos ou sozinhos, feliz se apenas com um olhar nos amarmos.


Amanha não seremos mais eu e você apenas, mas seremos eu, você e mais 1 ou 2 ou 3.

Com certeza a calma e a tranquilidade de hoje não será a mesma com o choro do bebê, a gargalhada da criança ou a malcriação do adolescente.


Depois seremos eu e você novamente quando as crianças já tiverem crescido e ido embora. Eu e você mais calmos e serenos, mais amantes e tranquilos. Um sabendo que realmente conhece o outro.

Amanhã será eu cuidando de você e você cuidando de mim quando as doenças da velhice começarem a surigr.


E depois vem novamente o barulho e agitação quando os netos chegarem. E depois o vazio quando eles forem.


Hoje, fazemos dois anos e oito meses. Somos jovens e cheios de sonhos e esperanças. Somos duas pessoas com história de vida diferente, mas com um ideal de vida em comum. Um sonho de que daqui a poucos meses estaremos juntos como 1 dentro de uma mesma casa.


Nos olhando todos os dias, nos beijando todas as horas, juntos todos os dias. O mistério de estar junto e ainda assim respeitando o individual. Isso sim ainda é um mistério a ser aprendido por nós.

O desafio de conduzir uma casa e uma vida financeira...Crescer e como tudo na vida, assumir as responsabilidades.

Estamos caminhando para a maturidade como indivíduo. Pessoas responsáveis. Estamos rumo ao caminho de SER a família. Pais e Mães com erros e acertos.

Não sabemos o que nos espera o amanhã. Hoje temos planos, sonhos, esperanças, ansiedades e expectativas. O amanhã eu não sei, mas o hoje eu estou aqui como se estivesse em frente à uma grande porta prestes a ser aberta para ver o que me (nos) aguarda.

Não como expectadora, mas como participante e co-participante do que está por vir. Não me vejo sozinha em frente à essa porta. Vejo e sinto você segurando as minhas mãos dizendo que por mais dificil ou emocionante que sejam as cenas dos próximos capítulos, você está comigo e eu estou com você. Então que venha o que tiver que vir. Que os obstáculos, os desafios venham e que a gente com amor, carinho, respeito e paixão transponha todas elas.

Com feridas e arranhões talvez, mas íntegros e inteiros. Salvos e nos amando ainda mais que nunca. Que seja assim a nossa vida de hoje em diante. Que cada diferença ou problema não nos afaste, mas nos aproxime, nos una e nos ligue como pessoas que se amam e tem a certeza que querem viver todos os dias de sua vida um ao lado do outro. Haja o houver. "

Te amo, lindo e parabéns!

Nenhum comentário: